sábado, 27 de julho de 2013

Uma real solução para o famigerado cruzamento

Se não podemos escavar um buraco até atingir alguma reserva subterrânea de algum gás inflamável, existem outras soluções para o famoso problema do viaduto.


Existem?

Não precisa ser urbanista, engenheiro de tráfego ou qualquer coisa para saber que o problema não é o cruzamento em T. Temos ali duas das maiores caixas de vias da cidade, sendo a Av. Eng. Santana Jr. com 3 faixas em cada sentido, e a Av. Ant. Sales com 4 faixas no sentido que encontra a primeira avenida e 2 ou 3 (a depender da inteligência dos motoristas) faixas no sentido contrário.

O problema, óbvio, são os carros.
A solução, óbvia, é a remoção dos carros.

O modo de resolver isto, não tão óbvio: parar de incentivar o uso dos carros.
Parar de ampliar vias, de construir viadutos.

Não precisa de croqui, de perspectiva, de genialidade:
Retira uma faixa da Av. Eng. Santana Jr., a mais próxima do Parque do Cocó, e instala um VLT, um corredor exclusivo de ônibus, uma linha de ônibus elétrico, algo assim. Retira uma faixa do outro lado da avenida e faz uma faixa para bicicletas, para caminhada, arborizada.
Lendo isso, a ideia de cavar um buraco gigante até vai parecer mais plausível para muita gente...

Mas é isso, fazer ser melhor utilizar o transporte público que o particular:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são livres. Sua opinião será levada em consideração para as próximas postagens.