domingo, 18 de agosto de 2013

Votos de protesto

No fim das contas, temos apenas duas opções:
Manifestamos com força total, damos aos políticos uma oferta que eles não podem recusar, e assim fazemos nosso caminho. Ou votamos e escolhemos as pessoas certas para nos representar (e, me parece, que é mais fácil a primeira opção).
Mas existem os votos de protesto. Ainda hoje há, no Brasil, o mito de que uma eleição em que mais de 50% dos votos forem brancos ou nulos será cancelada, e que será feita nova eleição com outros candidatos. Escutei recentemente alguém mais velho, graduado no mesmo curso que eu, que ganha mais dinheiro que eu, dizendo isso. É balela, é mentira, é conversa de Facebook.

Abrir um parêntese: não compartilhe nem divulgue nenhuma informação sem verificar a fonte antes.
Antes de espalhar algum dado, alguma informação, pesquise a fonte, a origem.
Estão falando sobre como foram os protestos em algum lugar? O protesto não foi como quem o apoia diz, nem como quem é contra diz. Tudo o que você pode saber sobre o protesto é o que você viu pessoalmente, ou o que você viu em fotos e vídeos. Tome essa atitude e você vai se sentir mais seguro em qualquer discussão.
Caso Snowden: EUA revela que, na verdade, ele é espião americano infiltrado na Rússia? Pesquisa no Google, é rápido e fácil. Você pode ser o cara que corrigiu e educou. Ou o que espalhou a burrice pelo mundo.
Protestos contra ou a favor de uma lei que será lançada? Leia a p**** da lei! Forme a SUA opinião. Leia as dos outros e veja o que tem de bom. Mas LEIA A MALDITA LEI. A questão da Cura Gay, por exemplo, ainda confunde muita gente que não é homofóbica simplesmente por que ouviram alguma besteira de algum homofóbico e não foram lá ver a verdade.

E, no nosso caso, antes de votar nulo, vá buscar o Código Eleitoral e a Lei das Eleições. Está tudo disponível na internet, você encontra no Google em menos de 3 min (se você souber o nome pelo qual a lei é conhecida, dá pra encontrar em 30 segundos, literalmente; se não souber, em 3 min você descobre).
Não há nada sobre cancelar eleições. Os votos são simplesmente desconsiderados. A única possibilidade de anular eleição é se o candidato eleito for considerado inelegível.

E o que acontece com meus votos de protesto, meus votos nulos? Nada.
Eles apenas facilitam a vida de quem recebeu mais votos.
Explico: uma cidade com 100 mil votantes, o candidato precisa de mais de 50% dos votos válidos para não ir pro segundo turno, 50 mil votos. Mas, se 10 mil pessoas anularam seus votos, ele só precisa de 45 mil votos. Então, não há protesto. Tudo bem, um número elevado de votos nulos demonstra a insatisfação do povo, mas quem disse que o candidato eleito se importa? Você facilitou a vida dele.

"O que eu faço agora?"

O voto de protesto seria votar naquele candidato sem chances. Assim, seu voto conta, mas não vai ajudar ninguém a ser eleito. Mas o melhor voto de protesto seria votar no melhor candidato.
Escolha seu candidato sem se importar se ele está no topo das pesquisas ou não. E divulgue essa informação. Vai que ele ganha...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são livres. Sua opinião será levada em consideração para as próximas postagens.